Pesquisar este blog

quinta-feira, 29 de abril de 2010

SINOPSE DO FILME AVATAR

No ano 2154 d.C.,[25] a corporativa humana RDA explora minério em Pandora, uma das luas de Polifemo, um dos três gigantes gasosos fictícios orbitando Alpha Centauri,[25] a 4,4 anos-luz da Terra. Os humanos têm o objetivo de explorar em Pandora as reservas de um precioso minério chamado Unobtainium. Parker Selfridge (Giovanni Ribisi), chefe da operação mineradora, emprega ex-soldados e ex-fuzileiros como mercenários.

Pandora é habitado por uma espécie de humanóides chamada Na'vi. Medindo quase 3 metros de altura, com cauda, ossos naturalmente reforçados com fibra de carbono e pelo bioluminescente, os Na'vi vivem em harmonia com a natureza e são considerados primitivos pelos humanos. Eles veneram uma deusa chamada Eywa. Os humanos não são capazes de respirar na atmosfera de Pandora, a qual é rica em dióxido de carbono, metano e amônia. Além disso, não têm uma convivência pacífica com os Na'vi por não entenderem sua cultura de venerar a natureza.

Os pesquisadores humanos coordenados por Dra. Grace Augustine (Sigourney Weaver) criaram o Programa Avatar, híbridos humano-Na'vi geneticamente modificados. Um humano que compartilhe material genético com um Avatar é mentalmente ligado e pode se conectar através de conexões neurais que permitem o controle do corpo do Avatar. Jake Sully (Sam Worthington) é um ex-fuzileiro paraplégico, que vai para Pandora querendo dinheiro para uma operação que o curaria da paralisia. O irmão gêmeo de Jake, Thomas, era um cientista do programa Avatar e ao morrer, Jake é chamado para assumir seu lugar no programa por sua similaridade genética que permitiria compatibilidade com o Avatar do irmão. Dra. Augustine não fica contente com a substituição, pois o irmão de Jake era um cientista com anos de treinamento para participar do programa. Jake, por sua vez, nunca usou um Avatar e não tem nenhum conhecimento sobre a cultura Na'vi. A equipe de pesquisa deixa que ele participe do programa, tendo-o mais como um segurança do que como um cientista.

Quando Jake está servindo de escolta para Grace e o biólogo Norm Spellman (Joel David Moore) em forma de Avatar, ele é atacado por uma criatura local e se perde do resto do grupo. Na selva, é salvo por uma Na'vi fêmea, Neytiri (Zoë Saldaña). Neytiri inicialmente quer deixar Jake, mas após ele ser coberto por sementes da Árvore da Vida, decide levá-lo para a Casa da Árvore, onde mora seu clã, os Omaticaya.

Quando o Coronel Miles Quaritch (Stephen Lang) ouve sobre a ligação próxima de Jake aos Na'Vi, que está sendo ensinado sobre Pandora por Neytiri, promete-lhe pernas funcionais em troca de convencer os Omaticaya a saírem da Casa da Árvore, que fica sobre uma imensa reserva de Unobtainium. Em três meses, Jake começa a preferir o modo de vida dos Na'Vi, se une aos Omaticaya e inicia um relacionamento com Neytiri. Sua mudança de lealdade é demonstrada quando Jake ataca máquinas da RDA que vieram destruir a Casa da Árvore. Ao ver o acontecimento, Quaritch desliga Jake de seu avatar, e descobre um video-diário em que Jake diz que os Na'Vi jamais deixarão a região. Isso faz Quaritch ordenar a destruição da Árvore, e Grace discorda, dizendo que afetaria a rede neural bio-botânica de Pandora. Parker Selfridge dá a Grace e Jake uma hora para eles convencerem os Na'Vi a abandonarem a área.

Porém ao revelarem a missão, os Omaticaya consideram Jake e Grace traidores, e os aprisionam. Quaritch ataca a Casa da Árvore, matando muitos Omaticaya, inclusive Eytucan (Wes Studi) chefe do clã e pai de Neytiri. Jake e Grace são desconectados dos Avatares e aprisionados junto com Norm. A piloto Trudy Chacon (Michelle Rodriguez), revoltada com as ações recentes, os libertam. Na fuga, Grace é baleada por Quaritch. Com Grace morrendo, Jake resolve pedir ajuda aos Omaticaya. Após domar o Toruk, uma besta que só cinco Na'Vi conseguiram montar, Jake voa até a Árvore das Almas, onde os Omaticaya se refugiaram, e pede a ajuda deles para salvar Grace. Há uma tentativa de transferir a alma de Grace para seu avatar, mas os ferimentos da cientista são graves demais e ela morre.

Jake e Tsu'Tey (Laz Alonso), o novo líder Omaticaya, usam o Toruk para voar até os diferentes clãs Na'Vi e convencê-los a se juntar em sua luta. Depois, Jake ora para Eywa, pedindo sua ajuda - as tropas de Quaritch planejam destruir a Árvore das Almas. Na batalha que segue, muitos Na'Vi morrem, incluindo Tsu'Tey e Trudy, e a derrota parece próxima, mas então a fauna de Pandora ataca e tira a vantagem da RDA. Jake destrói um bombardeiro, e Quaritch retalia atacando o prédio onde está a cápsula de controlar avatares com o corpo de Jake. Jake é exposto a atmosfera e quase morre, mas é salvo por Neytiri após esta matar Quaritch.

Selfridge e os militares são expulsos de Pandora, mas os Na'Vi deixam os cientistas permanecerem. Jake se torna líder dos Omaticaya, e tem sua alma transferida permanentemente para seu avatar por meio da Árvore das Almas.

Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo (spoilers).
[editar] Elenco e personagens
[editar] Humanos
Sam Worthington como Jake Sully, um ex-fuzileiro naval confinado a uma cadeira de rodas. Ele foi selecionado para o programa Avatar em substituição ao seu irmão gêmeo morto por terem genoma idêntico e, consequentemente, compatibilidade com o Avatar já produzido para o irmão. O Avatar de Jake é levado por Neytiri ao seu clã Na'vi, onde ele lentamente aprende sua língua e seus costumes.
Sigourney Weaver como Dra. Grace Augustine, uma experiente botânica que vive em Pandora há 15 anos e dirige o projeto Avatar. Ao longo dos anos em que trabalhou em Pandora, ela catalogou a flora do planeta, aprendeu a língua dos nativos e os ensinou inglês.
Michelle Rodriguez como Trudy Chacon, uma piloto da marinha americana.
Giovanni Ribisi como Parker Selfridge, administrador da estação em Pandora.
Joel David Moore como Norm Spellman, um biólogo que estuda a natureza de Pandora no laboratório de Dra Augustine.
Stephen Lang como o Coronel Miles Quaritch, principal vilão do filme. O Coronel tem como missão retirar os Na'vi do clã Omaticaya da árvore onde vivem e não poupa esforços militares para cumpri-la.
[editar] Na'vi
Zoë Saldaña como Neytiri, a princesa do clã Omaticaya. Neytiri é a responsável por levar Jake ao seu clã e ensiná-lo seus costumes.
CCH Pounder como Mo'at, rainha do clã e sua líder espiritual.
Laz Alonso como Tsu'Tey, um dos mais bravos guerreiros Na'vi e noivo prometido de Neytiri.
Wes Studi como Eytucan, o rei Na'vi do clã Omaticaya, marido de Mo'at e pai de Neytiri.
[editar] Criaturas
Banshee: São animais alados nativos de Pandora. Eles representam um rito de passagem na vida dos aspirantes a guerreiro Na’vi que devem escolher um animal para domá-lo e montá-lo. São extremamente difíceis de montar, por isso, conseguir domá-lo representa assumir uma posição de prestígio no clã. Acredita-se que exista uma conexão "cerebral" entre o animal e seu cavaleiro que permite que os movimentos do animal durante o voo sejam precisos e a montaria fique aparentemente fácil. O banshee é altamente adaptado ao voo e ao ambiente de Pandora, que tem gravidade menor que a da Terra. O ar do planeta também é mais denso, e o animal precisa de muita força para se deslocar nos céus. O Banshee das montanhas é altamente adaptado para voos. Seus ossos são ocos e cheios de ar. Possuem músculos bem desenvolvidos e ligados especialmente ao esterno, permitindo movimentos poderosos e necessários para subir cada vez mais alto, e com a fusão na espinha dorsal o seu tronco é fortalecido dando suporte para as asas. E apesar de se parecere com um reptil, sua anatomia é muito próxima dos pássaros. Seu nome Na’vi é ikran.[26]
Leonopteryx: É rei dos predadores dos ares, listrado de vermelho, amarelo e preto, suas asas chegam a 24,5 metros quando abertas. Seu nome Na’vi é toruk, significando "última sombra", em alusão a ser a última sombra que alguém vai ver, antecedendo seu ataque. Por ser um animal belo e feroz tem um lugar central no folclore e na cultura Na’vi. Ele é lembrado na dança, música e totens que simbolizam o medo e o respeito pela criatura.[27]
Direhorses: Lembram os cavalos terrenos, porém com vários detalhes importantes a mais. São animais herbívoros que possuem duas finas e longas antenas, uma de cada lado da cabeça. Os cientistas acreditam que o toque nas antenas transmite ao animal a sensação de prazer e carinho. As antenas ajudam também na troca de alimento, senso de direção e também como alerta para perigos. Cameron, diretor do filme, descreve o animal como um "cavalo da raça Clydesdale alienígena, de seis patas, com antenas de mariposa".[carece de fontes?] Estes animais são adaptados ao terreno acidentado de Pandora e os guerreiros Na’vi usam em batalhas. Seu nome Na’vi é pa'li.[28]
Thanator: É a mais temida das criaturas de Pandora. "O Thanator poderia devorar um tiranossauro-rex e comer o Alien de sobremesa. É a pantera do inferno", descreve o realizador John Rosengrant, do Stan Winston Studios. Sua musculatura é impressionante e fornece força e energia para longas corridas e saltos. Mesmo os destemidos Na’vi são surpreendidos pela abordagem da criatura. Os sentidos thanator são tão altamente desenvolvidos, que, dependendo das condições atmosféricas, podem detectar presas até treze quilômetros de distância.Seu nome Na’vi é palulukan.[29]
Viperwolves: Este animal conta com seis patas, corpo magro, mas muito poderoso que lhe permite viajar longas distâncias em busca de presas.Seus olhos verdes podem enxergar tanto durante o dia quanto à noite e sua percepção de profundidade é incrível. Acredita-se que o Viperwolve pode sentir presa por mais de oito quilômetros de distância. Poucos predadores, incluindo o banshee, tentariam um ataque a um Viperwolve, que quase sempre anda a caçar em grupo. Cameron descreve o animal como "desprovidos de pelos, com pele brilhosa que equivale a uma armadura. O mais assustador são as patas deles, que parecem mãos de couro".[carece de fontes?] Seu nome Na’vi é nantang,[30]
Hammerhead Titanothere: Grandes herbívoros terrestres com couraça corporal, seis patas e uma cabeça em forma de uma marreta na horizontal. Esta enorme criatura viaja em pequenos rebanhos ou matilhas pelos pastos. É moderadamente social, mas também extremamente territorial e hierárquica. Exibe ameaça constante, visível e audível, durante grande parte do dia. São criaturas que se irritam com certa facilidade e muitas vezes ao dia, normalmente o suficiente para fazer qualquer criatura de Pandora sair correndo para se proteger.[31]
Stingbat: Animais alados similares aos Banshees, porém, menores.[32]
Prolemuris: Animais arborícolas de braços que se bifurcam em dois antebraços. São semelhantes aos lêmures ou outros primatas terrestres.[33]
Fan Lizard: Pequenos animais que possuem semelhança com nossos lagartos, mas possuem a capacidade de voar com uma "asa" espiral em rotação nas costas.[34]
Tapirus: Animal que é como um porco que vive em Pandora. Em um planeta com predadores aperfeiçoados o Tapirus preenche o papel lamentável de presa perfeita.
[editar] Produção

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Windows Live Messenger

ENTRETENIMENTO

COMPORTAMENTO

Loading...

BEM VINDOS

BRASIL

glitters